Despachante Imobiliário.:

Direito Consumidor Imobiliáio.:

Conteúdo do acordeão

Atuação perante a prefeitura e ao registro de imóveis objetivando sanar eventuais irregularidades.

Conteúdo do acordeão

Serviços para Imobiliárias.:

Assessoria para filtrar oportunidades e apoio juridico até a obtenção da matrícula.

Prima o botão editar para alterar este texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo

Serviços para construtoras.:

Quando há uma Incorporação Imobiliária deve-se atendar para centenas de normas específicas de acordo com a modalidade do empreendimento. Prestamos assessoria consultiva para sanar dúvidas e evitar futuros prejuízos.

Muitos projetos imobiliários são desenvolvidos por intermédio de uma empresa autônoma. Uma Sociedade de Propósito Específico visa separar o patrimôneo da Incorporadora do novo empreendimento.

Na atividade comercial é comum existirem contratos das mais variadas atividades: fornecedores,  permuta, tercerização de serviços, bancos, agentes autônomos, clientes, financiamento e etc.   A Steffenello Consultoria  se dispõe a entregar um material completo com as necessidades de cada cliente.

Regularização de Imóveis.:

é o direito que o indivíduo adquire em relação à posse de um bem móvel ou imóvel em decorrência da utilização do bem por determinado tempo, contínuo e incontestadamente. O usucapião pode ser pedido judicialmente e em alguns casos Extrajudicialmente via Registro de Imóveis.

A regularização Fundiária é feita por meio de uma  implantação de um  processo complexo o qual envolve topografia da área, cadastramento dos participantes, reuniões coletivas e etc. O processo é encaminhado via prefeitura e ocorre de forma administrativa, normalmente no setor de urbanismo. 

Quando há um bem deixado como herança com a morte de um familiar é necessário que se abra o inventário deste para que possa suceder a transmissão da titularidade do bem a quem é de direito recebê-lo.  Só depois de concluído esse trâmite que o atual proprietário poderá usufruir de todos os direitos do imóvel.

Normalmente ocorre quando há um contrato de gaveta e ainda não houve o registro na matrícula do imóvel. Assim mediante sentença, o juiz dá a permissão de adjudicar o imóvel e fazer com que o ato jurídico se torne perfeito.

Demarcação é uma operação que se assinala a linha divisória entre dois imóveis com a finalidade de distinguir a linha limítrofe da propriedade. Assim pode se individualizar o imóvel ficando cada proprietário responsável pela sua cota parte. Normalmente é necessário de serviços topográficos para tal finalidade.

Ocorre quando há erros administrativos na identificação da área. Pode ser feita via Registros Públicos ou via judicial. Essa ação visa corrigir eventuais irregularidades na característica do imóvel.

Planejamento Sucessório e Blindagem patrimonial.:

Usufruto é o direito conferido a alguém para gozar ou fruir de um determinado bem cuja  propriedade pertence a outra pessoa. Muito comum ver pais doarem seu patrimônio para os filhos e se resguardarem com o usufruto.

Holding patrimonial é também chamado de administração de bens próprios ou de holding familiar. Serve para proteger todo o patrimônio construído incorporando os ativos pessoais de cada ente dentro de uma estrutura jurídica, gerando benefícios fiscais e sucessórios.

É quando você constitui uma empresa fora do âmbito nacional. Assim a tributação e regulamentação são dadas conforme a legislação do País escolhido, trazendo muitas vezes vantagens econômicas e menor burocracia.

São muita as formas de tributar os imóveis e aqui na Steffenello Consultoria Imobiliária estudamos como fazer para que se pague menos nos diversos impostos:

IIPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano (Municipal)

ITBI – Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (Municipal)

ITCMD – Imposto de Transmissão Causa Mortes ou Doação (Estadual)

IR – Imposto de Renda (Federal)

São modalidades jurídicas distintas, utilizadas para programar uma sucessão familiar com o intuito de preservar a vontade do proprietário acerca de seus bens.  Existem peculiaridades nessas diferentes figuras jurídicas e um melhor enquadramento para cada cliente.

Quando as pessoas se unem em matrimonio é requisito indispensável escolher como vai ser o regime de bens. A cláusula que discorre sobre esse tema se chama Pacto antenupcial.  Além deste pacto há outras formas para agregar uma maior segurança, preservando assim o patrimônio.

Steffenello ® 2019 todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: Luiz Henrique Consultor de Marketing